Ajuda
0Carrinho

Selins e Canotes

O banco de bicicleta, também denominado de selim, é uma peça essencial para uma alta performance em praticamente todas as modalidades do ciclismo, com exceção de uma, que é o bike trial - modalidade realizada em pé, composta de manobras constantes. O selim é responsável pela sustentação do corpo enquanto executa a atividade física, portanto é importante adquirir um que garanta o seu conforto e, consequentemente, segurança. A peça adequada para as suas necessidades vai ajudar a prevenir dores e lesões nas costas e pernas. Na Decathlon você encontra diversas opções de bancos de bicicleta para praticar o ciclismo onde quiser.

Produtos encontrados: 14 Resultado da Pesquisa por: em 8 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 14 Resultado da Pesquisa por: em 8 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Nenhum resultado encontrado

Banco de bicicleta

O banco de bicicleta pode ser um dos causadores de boa parte das dores e desconfortos durante e após a prática de ciclismo. Responsável pela sustentação do peso do corpo durante a atividade, encontrar o formato ideal impacta diretamente no conforto e na prevenção de dores e lesões, principalmente para quem vai pedalar por muitas horas.

O banco de bicicleta possui modelos que variam entre opções acolchoadas, mais rígidas, estreitas, mais largas e com materiais e tecnologias diversas. Na Decathlon você encontra o banco de bicicleta ideal para você.

 

Banco de bicicleta: como escolher o ideal?

Ao escolher um banco de bicicleta, o único motivo que você não precisa levar em consideração é a estética. Apesar da maioria dos ciclistas gostar de investir esteticamente na bike, no que diz respeito ao selim isso pode ser deixado de lado. O ideal é focar mesmo em banco de bicicleta que traga conforto e que sejam adequados a cada modalidade.

Confira algumas dicas que podem te ajudar a realizar a compra certa:

  • Para você que usa bike para passeios, a posição mantida para pedalar geralmente é natural e relaxada, com a coluna ereta. Nestes casos, o banco de bicicleta que melhor funciona é o que tem a traseira mais larga acolchoada e a ponta mais fina.
  • Se você pratica mountain bike, banco de bicicleta vazado, com menos preenchimento e com narizes compridos podem ser os mais adequados.
  • Para a prática de ciclismo em estradas, onde a cadência da pedalada é maior, geralmente o que funciona melhor é banco de bicicleta estreito e mais liso para não atrapalhar a movimentação das coxas.
  • Caso você sinta dormência ou formigamentos na região do períneo, o banco de bicicleta que possui sulco central oferece maior conforto.
  • Para você que desempenha uma modalidade com muitos impactos, há selins com molas e outros mecanismos que absorvem melhor as vibrações causadas por irregularidades no terreno.

 

Porém as dicas acima não são regras. O banco de bicicleta ideal é o que confortavelmente se adapta aos seus ísquios - par de ossos que constituem a zona inferior da pélvis. Se ao desempenhar a atividade física, o selim não estiver de acordo com os ísquios, as dores são mais comuns. Outro aspecto que deve ser levado em consideração é a utilização de roupas adequadas para ciclismo, adotar a vestimenta correta fará com que você tenha um melhor desempenho, desde melhor ventilação a melhor execução de movimentos, prevenindo dores nos ísquios.

Canote

A escolha do canote também impacta no seu desempenho no pedal. Sabe aquele tubo metálico onde o banco da bicicleta é apoiado? Sim, é ele! Responsável pelo conforto, segurança e equilíbrio, junto com o banco da bicicleta, o tubo varia de 22.2 a 33.9 milímetros de diâmetro. O acessório deve ser regulado de acordo com a sua altura, isso é muito importante para prevenir dores, principalmente nas costas e joelhos. É encontrado em materiais como alumínio, carbono e ferro.

Banco de bicicleta e canote: como cuidar

Como qualquer acessório para bike, o banco de bicicleta e o canote precisam de alguns cuidados para colaborar com a vida útil e conservação das peças. A higienização da bike como um todo é recomendada uma vez por semana, utilizando-a ou não. Você pode fazê-la com um pano seco para tirar poeira e resíduos de suor. Se você é adepto a trilhas, ou locais em que a bicicleta molhe ou suje, é recomendado lavar com água e sabão, finalizando com cera para prolongar a limpeza. 

No caso de peças como o canote, por exemplo, é necessário mantê-lo lubrificado para que bloqueie a entrada de água, fazendo com que o desempenho da peça continue eficaz.

Ciclismo: acessórios importantes para a prática

Ao iniciar no ciclismo, ou até mesmo para quem tem experiência na atividade física, alguns acessórios são de extrema importância para o desempenho, conforto e segurança na hora de pedalar. Confira alguns itens primordiais para a prática:

  1. Capacete: um dos acessórios mais importantes para a prática do ciclismo, proporciona segurança e impede o impacto da cabeça em objetos ou em acidentes. 
  2. Óculos de ciclismo: essencial para proteger prevenir o ressecamento dos olhos e para proteger a visão, além de colaborar com uma melhor visibilidade em diferentes condições climáticas e horários.
  3. Luvas de ciclismo: além de proteger as mãos de quedas, impactos e vibrações, ameniza a força aplicada para frear, por exemplo.
  4. Iluminação e sinalizadores: itens de extrema importância para quem utiliza a bike em dias nublados, durante a noite ou ao amanhecer. Aumenta a visibilidade do ciclista e dos condutores de veículos.

Agora que você tem todas essas informações, aproveite a sua bike de maneira eficiente e segura. 

Compre pelo
Compre pelo WhatsApp
Escaneie o QR-CODE na câmera do seu celular QR CODE WHATSAPP ABRIR WHATSAPP
ou se preferir: 55 11 94731-2606